O que falta para a adoção em massa da tecnologia blockchain?

Pesquisa Quant fala sobre inovação tecnológica, Web3 e tendências para o mercado em 2024

Por Paulo Carvalho  /  16 de janeiro de 2024
© - Shutterstock

A blockchain é conhecida por dar vida ao bitcoin (BTC), e consequentemente, ao mercado que hoje vale mais de US$ 1,7 trilhão, é apresentada como uma forte tendência tecnológica para 2024. Mas, além das criptomoedas, essa tecnologia pode ser utilizada em outros setores?

De acordo com a pesquisa “5 tendências tecnológicas para 2024” da Quant, a tecnologia blockchain continua sendo promissora, por representar um sistema de gerenciamento de dados descentralizado, seguro e capaz de ser incorporado em outras áreas.

No entanto, ainda existem alguns desafios para a blockchain atingir no mercado uma adoção em massa. Segundo a diretora global da Quant Carolina Dolan Chandler, a interoperabilidade deve ser defendida por entidades governamentais como forma de tornar essa tecnologia segura, além de popularizar o seu uso.

Adoção em massa da tecnologia blockchain

adocao tecnologia blockchain
© – Shutterstock

Para a pesquisa Quant, a adoção massiva da tecnologia acontece de forma tardia. O estudo destaca o potencial da blockchain ao mesmo tempo que apresenta o que falta para que isso aconteça.

Além do incentivo governamental para manter um ambiente interligado entre blockchains distintas, Carolina Dolan Chandler acredita que o investimento na tecnologia é também um dos empecilhos para sua popularização no mercado.

“A blockchain irá realmente decolar quando governos e agências públicas defenderem sua interoperabilidade. Embora a tecnologia seja valiosa, as empresas privadas podem hesitar em investir fortemente devido aos custos operacionais associados.”

Portanto, a diretora global da Quant defende que esse incentivo governamental deve acontecer de forma contínua, para que a adoção em massa da tecnologia aconteça em até cinco anos. Em 2030, até 8 bilhões de pessoas podem utilizar a blockchain.

“O verdadeiro impulso só poderá surgir quando as entidades públicas o apoiarem, não apenas no futuro imediato, mas possivelmente para além dos próximos três a cinco anos.”

Inteligência artificial em primeiro plano

adocao tecnologia blockchain
© – Shutterstock

A blockchain é classificada como uma tecnologia disruptiva. Ao lado de outras inovações como a inteligência artificial, a tecnologia é apontada como tendência para 2024 na pesquisa da Quant. Outras tecnologias elencadas pelo estudo são:

  • Computação quântica
  • Robótica
  • Experiências imersivas

A pesquisa afirma também que soluções baseadas em inteligência artificial (I.A.) podem ter contribuído para a adoção em massa da blockchain ficar em segundo plano no mercado.

“Embora não seja novo nem esteja em destaque, o blockchain ficou em segundo plano em relação às aplicações generalizadas de inteligência artificial.”

Outro ponto apresentado pelo relatório diz respeito à adoção da blockchain em setores específicos. Para a Quant, essa adoção deve continuar a crescer em 2024 em todo o mundo.

A tecnologia blockchain é apresentada pela Quant como uma inovação segura e descentralizada, onde contratos inteligentes permitem estabelecer regras específicas de operações em um ambiente digital de gerenciamento de dados.

Blockchain e Web3

A internet está enfrentando uma verdadeira revolução com a consolidação do espaço Web3. Nessa nova fase da internet, os usuários passam a ter controle sobre os dados, escolhendo que tipo de informação poderá ser acessada e com quem deseja compartilhar.

Nesse sentido, a blockchain é apresentada como uma solução de gerenciamento de dados para o espaço Web3, na pesquisa da Quant. O CTO da empresa, Diego Tartara, defende a tecnologia como uma forma de “liberdade” de gerenciamento de informações nessa nova fase da internet.

“O mundo está caminhando para a custódia de dados com blockchain. Há um enorme potencial para que cada pessoa seja proprietária de seus dados e dê liberdade a cada pessoa sobre como disponibilizá-los. O maior potencial é o do controle de identidade digital.”

Embora a pesquisa aponte a blockchain como tendência para 2024, a Quant acredita que existem alguns desafios para uma adoção em massa, como incentivo governamental à descentralização, custo de implantação e popularização da tecnologia.