Ethereum: saiba tudo sobre a blockchain e a criptomoeda ETH

A Ethereum possibilita a descentralização e customização de soluções digitais, além de ser a responsável pela criptomoeda ether (ETH)

Por Paulo Carvalho  /  27 de fevereiro de 2024
© - Shutterstock

Ethereum é a segunda blockchain mais popular no mercado cripto e também é responsável pela segunda maior criptomoeda. Ainda que o principal token da plataforma seja popularmente conhecido pelo mesmo nome da blockchain, a nomenclatura oficial é ether (ETH).

A rede pode ser entendida como a evolução da blockchain do bitcoin por possuir uma rede com maior processamento de dados e um ecossistema programável. Entretanto, as diferenças vão além disso.

Entenda mais sobre a criação da ethereum, como minerar, o funcionamento da plataforma e quanto vale um ETH hoje.

Navegue pelo menu abaixo para ir diretamente ao trecho desejado:

O que é Ethereum?

Ethereum é uma rede descentralizada desenvolvida com base em um protocolo de validação e gerenciamento de informações que utiliza a atividade de mineração de dados, assim como o sistema peer-to-peer do projeto do bitcoin.

Posteriormente, a rede evoluiu para um ecossistema de desenvolvimento de novas soluções digitais baseadas na tecnologia blockchain. Com isso, expandiu a proposta de descentralização para outros segmentos, como financeiro e jogos.

A plataforma foi desenvolvida pelo programador russo-canadense Vitalik Buterin, um dos principais nomes do mercado cripto. Ele conheceu o bitcoin em 2011 e tornou-se cofundador do site Bitcoin Magazine em 2012.

Em 2013, Buterin começou a desenvolver o white paper do projeto e, no ano seguinte, lançou uma oferta inicial de moeda (ICO) da ETH, arrecadando cerca de US$ 19 milhões. Em 2015, a plataforma foi oficialmente lançada no mercado cripto.

Como funciona a blockchain Ethereum?

ilustração representando a rede Ethereum com o símbolo centralizado e computadores interligados ao redor
© – Shutterstock

A rede Ethereum tem um ecossistema completo que permite desenvolver novas soluções digitais. Através de smart contract, a plataforma permite a criação de acordos digitais diretamente entre as partes, eliminando intermediários e possibilitando a personalização.

Com isso, a blockchain é utilizada para registro e validação de transações com criptomoedas, e também para emissão e criação de tokens, além de aplicativos descentralizados. Entenda mais sobre cada um a seguir:

Transação de criptomoedas

Um dos principais usos da blockchain Ethereum envolve transações registradas na rede. Para isso, a plataforma utiliza contratos inteligentes, além de soluções como redes de segunda camada, e máquinas virtuais, como a EVM.

Aplicativos descentralizados (dApps)

A rede permite a criação de aplicativos descentralizados que representam soluções e ferramentas digitais, como exchanges, plataformas de empréstimos cripto e organizações autônomas descentralizadas (DAOs).

Os principais dApps da Ethereum são:

  • Uniswap V3
  • Uniswap V2
  • Ox Protocol
  • Metamask Swap
  • 1inch Network

Emissão de tokens

É possível emitir tokens a partir da Ethereum. A plataforma utiliza contratos inteligentes para criar ativos digitais classificados na própria rede conforme o objetivo de cada projeto. Atualmente, o modelo ERC-20 é o mais popular da organização.

Os principais tokens da rede são:

  • Polygon (POL)
  • Wrapped bitcoin (WBTC)
  • Maker (MKR)
  • Chainlink (LINK)
  • Uniswap (UNI)

Tokens não-fungíveis

Por permitir a criação de tokens, a Ethereum é uma das principais redes para a criação de tokens não-fungíveis (NFTs), que podem representar obras de artes digitais e até experiências únicas.

  • As principais coleções de NFTs da plataforma são:
  • Bored Ape Yacht Club (BAYC)
  • Mutant Ape Yacht Club (MAYC)
  • Azuki
  • The Gods
  • Pudgy Penguins

Qual a diferença entre ether (ETH) e Ethereum?

O nome Ethereum é utilizado para identificar a blockchain e a tecnologia por trás do projeto. Enquanto isso, ether é o nome dado para a principal criptomoeda da rede, também conhecida pela sigla ETH.

Quanto vale um ETH?

No total, existem mais de 120 milhões de unidades da moeda em circulação, representando um valor de mercado de aproximadamente US$ 377 bilhões. Com isso, a criptomoeda ETH é a segunda maior por capitalização no mercado.

Confira o gráfico de quanto está valendo um ETH hoje no par de negociação ETH/USD:

Como comprar ether (ETH)?

A criptomoeda ether (ETH) pode ser comprada em exchanges descentralizadas e centralizadas, além de aplicativos como o da Transfero, onde os investidores podem utilizar o real para comprar a moeda.

Nesse caso, basta ter saldo em dinheiro e ou em outra criptomoeda, para realizar a transação. No aplicativo da Transfero, os usuários podem transferir dinheiro através do Pix.

Como minerar na blockchain Ethereum?

Até setembro de 2022, o único mecanismo de consenso da plataforma Ethereum era o protocolo a prova de trabalho (proof-of-work), que utiliza a atividade de mineração para validar dados na plataforma. Entretanto, com a atualização The Merge aconteceram mudanças na rede.

Todo o ecossistema foi migrado para um protocolo baseado na prova de participação (proof-of-stake). Assim, a plataforma interrompeu a mineração de criptomoedas e inaugurou uma nova atividade na rede: a recompensa por staking.

Nesta versão chamada Ethereum 2.0, os usuários participam de pools em ETH, onde o saldo da criptomoeda serve como validador de dados na blockchain. Em troca são oferecidas recompensas para quem mantém o saldo nesses programas.

Futuro da rede Ethereum

Após concluir importantes atualizações entre 2022 e 2023, o ano de 2024 está sendo marcado pela valorização da criptomoeda principal da Ethereum e mais mudanças na blockchain.

A ether teve uma evolução importante no mercado, seguindo o movimento de valorização das principais criptomoedas, inclusive do bitcoin. Já a nova atualização da blockchain, chamada de Cancun-Deneb (Dencun Fork), está prevista para acontecer até o final de março de 2024.

As três principais mudanças serão:

EIP-4844: impactará diretamente as soluções de segunda camada, propondo uma separação de dados nos blocos criados na Ethereum. Com essa proposta, a rede utilizará um mecanismo de dados por amostra.

EIP-4788: a proposta é modernizar os programas de staking em ETH. Isso eliminará intermediários no processo de validação de participantes da rede que fornecem saldo da criptomoeda para confirmar transações.

EIP-5656: nessa proposta a Ethereum planeja atualizar a máquina virtual EVM. Como resultado disso, a cópia de dados da rede será reestruturada, permitindo um acesso mais simplificado às informações ali contidas.

Assim, nessa atualização, o foco é otimizar a integração de protocolos de segunda camada com o objetivo de reduzir as taxas de uso da Ethereum, ter mais segurança e aumentar o processamento de dados.

Dúvidas frequentes sobre Ethereum

1 – O que é Ethereum?

Ethereum é a segunda blockchain mais popular no mercado cripto e também é responsável pela segunda maior criptomoeda, conhecida como ether (ETH).

2 – Qual a diferença entre Ethereum, ether e ETH?

Ethereum é o nome da tecnologia e da blockchain por trás do projeto, enquanto ether e ETH é o nome dado para a criptomoeda principal da plataforma.

3 – O que é Ethereum 2.0?

Essa é a nova fase da Ethereum, que foi iniciada com a atualização The Merge, onde o mecanismo de prova de trabalho foi substituído pelo mecanismo de prova de participação.

4 – Qual a diferença entre o ETH e o bitcoin (BTC)?

A principal diferença entre o ETH e o bitcoin é o protocolo de mecanismo de consenso, além do uso de contratos inteligentes na rede Ethereum.

5 – O que é staking?

Staking é um programa de recompensas voltado para a prova de participação, onde o usuário ‘empresta’ suas criptomoedas para a plataforma validar transações na rede.

6 – Como minerar ETH?
Não é possível minerar ETH desde que a rede mudou o protocolo para prova de participação.


Tags