O que é Total Value Locked (TVL) no mercado cripto DeFi?

TVL está relacionado ao bloqueio de criptomoedas em plataformas DeFi, sendo um indicador da ‘saúde’ dos projetos

Por Paulo Carvalho  /  7 de junho de 2024
Imagem gerada por Inteligência Artificial Imagem gerada por Inteligência Artificial

Os projetos de finanças descentralizadas (DeFi) se consolidaram no mercado cripto por oferecer uma integração entre criptomoedas e o mercado financeiro tradicional. Então, como consequência a essa ascensão surgiram novas métricas, produtos e serviços financeiros, como o Total Value Locked (TVL).

Esse índice dimensiona o valor total de criptomoedas armazenado em plataformas DeFi e aplicativos descentralizados (dApps). Na prática, isso significa que pode servir como liquidez para negociação de criptomoedas, garantia para empréstimos e até mesmo para compor um pool de liquidez.

O que é TVL com criptomoedas?

TVL é a sigla de Total Value Locked, em sua tradução, Valor Total Bloqueado. Assim, essa métrica está relacionada à quantidade de ativos digitais mantidos em um projeto DeFi.

Os ativos em protocolos de Valor Total Bloqueado incluem:

  • Criptomoedas;
  • Tokens;
  • Stablecoins.

Os maiores TVL que existem

Existem inúmeros projetos que utilizam o TVL no mercado cripto, como AAVE, Uniswap e Balancer. De acordo com dados do TradingView, os maiores valores totais bloqueados em criptoativos são:

  • Lido DAO;
  • AAVE;
  • Just;
  • Maker;
  • Uniswap;
  • Rocket Pool;
  • Compound;
  • Ethena;
  • Curve DAO Token;
  • Pancake Swap.

Como funciona essa métrica?

Todo o processo é feito por meio de contratos inteligentes, contudo, informações como saídas, empréstimos e juros pagos não são inseridos no cálculo.

O índice é o resultado da soma de todos os ativos digitais armazenados na plataforma, podendo incluir diferentes criptos. Por exemplo, um TVL de US$ 22 milhões pode ser composto por:

  • US$ 7 milhões em stablecoins, como o BRZ;
  • US$ 5 milhões em ether (ETH);
  • US$ 10 milhões em bitcoin (BTC).

Além disso, cada plataforma possui integração com determinados criptoativos, podendo ser até tokens não-fungíveis (NFTs).

Qual a importância do TVL para projetos DeFi?

Geralmente, quanto maior o Valor Total Bloqueado, maior a liquidez das criptomoedas e tokens armazenados. Além disso, um indicador alto também pode significar maior adoção entre os usuários que depositaram cripto naquele projeto.

Os aplicativos e plataformas DeFi oferecem a possibilidade de solicitar empréstimos e obter recompensas. Então, a métrica é importante para promover mais transparência sobre as atividades do negócio e gestão do patrimônio. Afinal, ela possibilita:

  • Verificar a quantidade de criptomoedas armazenadas;
  • Aferir o número de participantes;
  • Entender a saúde do projeto.

Como o TVL é calculado?

O cálculo do TVL é feito a partir do valor total de ativos bloqueados em um projeto DeFi. Para isso, é feito um processo de raspagem de dados, ou web scraping, por meio de APIs.

Existem plataformas para acompanhar essa métrica, por exemplo:

DeFi Pulse: utiliza como indicador todos os ativos digitais depositados que estão gerando lucro.

DeFiLama: a mais conhecida do mercado cripto, essa plataforma mostra os criptoativos totais armazenados em cada projeto de finanças descentralizadas existente.

CoinGecko: além de mostrar os mesmos dados que o DeFiLama, também permite acompanhar a evolução dos protocolos de TVL conforme mais ativos são depositados.

O indicador de Valor Total Bloqueado é uma métrica indispensável para projetos DeFi. Além dessa modalidade, também existe a possibilidade de bloquear criptomoedas em pools de liquidez. Entenda sobre pools de liquidez no mercado cripto.


Tags