Criptomoedas podem ser usadas como reserva de valor?

Certamente você já ouviu dicas diversas para proteger seu capital contra a inflação, como comprar ouro ou bitcoin; mas, você sabe o que é reserva de valor?

Por Paulo Carvalho  /  25 de setembro de 2023
© - Shutterstock

Fazer uma reserva de valor é uma iniciativa importante para proteger o patrimônio de oscilações econômicas no mercado financeiro. Assim, em situações em que um determinado ativo se desvaloriza rapidamente, existe uma garantia de que aquele valor reservado, normalmente em forma de bens e ativos que não sejam corroídos pelo cenário econômico, esteja preservado.

Além de representar uma ‘blindagem’ contra a volatilidade de determinados ativos, uma reserva também pode ser destinada a casos inesperados, como as reservas de emergência, por exemplo.

Mas, qual a melhor estratégia para criar uma reserva de valor? Entenda o que é isso, o papel do ouro nesse contexto e se criptomoedas como o bitcoin podem ser usados para isso.

O que é reserva de valor?

O conceito reserva de valor consiste em manter o capital protegido da desvalorização econômica e variações de preços no mercado financeiro, preservando seu poder de compra a longo prazo no mercado. Assim, tem como principais características:

  • Liquidez;
  • Não perder valor com o tempo;
  • Escassez e dificuldade de ser encontrado.

Muitas vezes, o conceito de reserva de valor se confunde com o de reserva de emergência. Entretanto, são conceitos diferentes. Enquanto a de valor é um investimento onde o usuário busca manter o valor do patrimônio a longo prazo, evitando oscilações de preços, a de emergência é para despesas extras e inesperadas.

Dessa forma, para emergências é preferível alocar o dinheiro em ativos com o menor risco possível que possibilitem resgate imediato. Afinal, é um patrimônio para situação inesperada como reforma da casa, reparo de carro, questões de saúde ou demissão.

O dinheiro para emergências tem por objetivo priorizar a liquidez e a segurança da pessoa. Não existe um valor específico, sendo possível utilizar gastos como parâmetro ou estabelecer valor entre seis meses e um ano de salário. Também há investidores que mantêm uma reserva de emergência com aportes contínuos. Nesse caso, entre 5% e 20% do dinheiro ganho mensalmente é destinado a reserva.

Qual ativo vale a pena comprar para ter uma reserva de valor?

No mundo dos ativos digitais, o bitcoin é considerado uma das principais alternativas para reserva de valor. Assim como o ouro, sua característica de escassez faz com que ele tenha tendência de alta valorização no longo prazo. Afinal, como a emissão do criptoativo está restrita a 21 milhões de unidades no total, quanto mais pessoas entram no mercado, mais limitada fica sua oferta e, por consequência, maior seu valor.

Já as moedas convencionais (dinheiro fiduciário) podem ser impressas pelos respectivos emissores em quantidades ilimitadas, o que gera inflação. Mesmo moedas como dólar e euro correm tal risco, no entanto, o mesmo não ocorre com o bitcoin.

© – Shutterstock

Ouro

O ouro é uma das reservas de valor mais antigas do mercado financeiro. Ele é visto como um “porto seguro” em crises econômicas, sendo considerado um dos ativos mais seguros para formar reserva de valor pela escassez na natureza e pouca desvalorização com o passar do tempo.

Para investir no ativo é possível usar contratos futuros, comprar barras de ouro ou EFTS atrelados a ouro. Existem ativos sintéticos conectados com o ouro no mundo cripto também.

Geralmente, o metal precioso enfrenta valorização no preço enquanto o mercado de ações está em desvalorização, já que o ouro é considerado uma das maiores reservas de valor que existem.

Além disso, o metal precioso tem pouca volatilidade no preço em comparação com outros tipos de investimentos, por isso, é a escolha da maioria dos investidores.

Moeda estrangeira

© – Shutterstock

Uma reserva de valor pode servir também como uma forma de reduzir os impactos da inflação de uma economia. Na Argentina, por exemplo, o dólar é utilizado para fugir da forte variação da moeda do país, o peso argentino.

Dessa forma, moedas fiduciárias podem ser consideradas uma importante reserva de valor. É comum investidores manterem parte do patrimônio em dólar, já que a moeda fiduciária é considerada uma reserva global de valor.

O dólar é considerado uma das maiores reservas globais de valor, e bancos em todo o mundo mantêm reservas internacionais alocadas na moeda. Mesmo assim, não há consenso sobre seu uso como reserva de valor, uma vez que ele está sujeito às variações de inflação e aos cenários econômicos mais adversos.

Ainda assim, não há escassez do dólar, contribuindo para que a moeda fiduciária não preserve o valor ao longo do tempo devido à inflação gerada pelo aumento de dinheiro em circulação no mercado.

Ativos tokenizados

A tecnologia blockchain representa uma revolução disruptiva do mercado financeiro tradicional. Além do bitcoin, essa tecnologia permite que ativos reais de valor sejam tokenizados através uma representação digital que pode servir como reserva de valor.

Portanto, além do bitcoin, outros tipos de criptoativos podem ser classificados como reserva de valor alternativa aos ativos convencionais.

A tokenização permite, por exemplo, que reservas de valor sejam transformadas em tokens negociados em plataformas como exchanges. Isso inclui ativos como metais preciosos (ouro, prata), ações, commodities e até títulos de dívidas.

reserva de valor
© – Shutterstock

Bitcoin

O bitcoin é considerado um ativo digital, que possui um processo de gerenciamento de dados totalmente descentralizado. Isto significa que seus usuários não necessitam de terceiros para realizar transações, ao contrário de operações em bancos, por exemplo.

De acordo com a equipe de Asset da Transfero, mediante um cenário de aversão ao risco, como crises políticas e econômicas, o bitcoin, tende a se fortalecer como uma reserva de valor alternativa aos ativos considerados tradicionais no mercado financeiro.

“Além disso, percebemos uma adoção cada vez maior da comunidade internacional e das grandes instituições trazendo para o mercado mais liquidez, acessibilidade e confiabilidade. Como exemplo, temos o caso de El Salvador, que classificou o bitcoin como uma moeda legal do país, evidenciando sua liquidez internacional”, apontaram os especialistas da Transfero.

Leia mais: Artigo – Por que o bitcoin pode ser melhor que o ouro?

El Salvador e mais dois países têm bitcoin

Além de El Salvador, que adotou o bitcoin como moeda oficial, outros países adotaram o bitcoin como reserva de valor. 

Os Estados Unidos detém uma das maiores reservas em bitcoin do mundo, com 41.491 unidades da criptomoeda. Contudo, a aparece como primeira da Ucrânia, com 46.351 bitcoins. Em seguida está El Salvador, com 2.381 unidades, e Geórgia, com 66 bitcoins. 

Na Bitcoin Treasuries há uma lista de empresas que escolheram o bitcoin como estratégia para preservação de capital. No topo estão a MicroStategy e a Marathon Digital Holdings. Neste caso, a criptomoeda é usada como fundo de investimento, mas, isso demonstra sua crescente adoção.

O bitcoin pode ser uma reserva de valor mesmo com volatilidade?

O bitcoin pode ser usado como reserva de valor desde que a criptomoeda seja analisada como um investimento de longo prazo. Conforme explicamos, a característica de oferta limitada do ativo digital garante que ele se valorize ao longo do tempo, mesmo com forte volatilidade em determinados períodos turbulentos no mercado cripto.

Até mesmo o banco Goldman Sachs acredita que o ativo pode se tornar uma reserva de valor, mesmo com a volatilidade que pode ser vista no gráfico do bitcoin. Segundo a instituição bancária, a capitalização do bitcoin deverá se expandir nos próximos anos, com o aumento da adoção de criptoativos no mundo.

Caso você tenha dúvidas sobre como investir em bitcoin ou insegurança acerca da volatilidade, uma boa opção é utilizar a estratégia DCA (Dollar Costing Averaging), que busca manter uma média de preços ao longo do tempo.

Confira como investidores que têm criptomoedas como reserva de valor usam a estratégia hodl.